ESPORTES | FUTEBOL

Clubes propõem redução salarial e férias para atletas

O Conselho Nacional dos Clubes formulou várias alternativas para diminuir o impacto financeiro em meio à paralisação do futebol
Postado em 24/03/2020 | 09:46

O Conselho Nacional dos Clubes (CNC), associação composta por Ceará, Fortaleza e outros 46 clubes, redigiu uma série de propostas para flexibilizar a remuneração dos jogadores durante a paralisação de competições por conta do novo coronavírus. 

Na proposta, enviada para a Federação dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf), é sugerida três pontos cruciais: férias coletivas a partir de abril, 10 dias de férias entre o fim do ano de 2020 e início de 2021 e redução de 25% nos salários dos jogadores enquanto durar a paralisação. A Fenapaf tem até o dia 25 para responder. A CBF também acompanha os desdobramentos.

O documento elaborado pelo CNC afirma que as propostas levam em consideração “o cenário de dificuldades que se apresenta no Brasil a partir das previsões das autoridades sanitárias”, a Medida Provisória 927, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, e a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). As negociações do Conselho com os atletas são lideradas pelo presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, e abrangem equipes das Séries A, B, C e D.
Por fim, a CNC afirma que aguarda uma resposta em até 48 hores. Não havendo posicionamento por parte dos órgãos representativos ou dos próprios atletas, as férias coletivas serão concedidas conforme autorizado na Medida Provisória publicada pelo Governo Federal, no último domingo (22).

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO