ESPORTES | FUTEBOL CEARENSE

Federação expulsa lutador após agressão no Clássico-Rei

Mãe afirma que filho não foi morto por conta de duas pessoas que se aproximaram e intercederam
Postado em 27/11/2019 | 17:21
Foto: Arquivo

A família e a defesa do adolescente agredido a caminho da Arena Castelão, em Fortaleza, prestaram depoimento nesta quarta-feira (27), no 16º Distrito Policial, no bairro Dias Macedo. Todos os suspeitos já tinham sido encontrados, entre eles, o professor de Muaythai Bruno Rafael, que foi desligado da Federação Cearense de Muaythai Esportivo (FCMTE), após a confusão. 

"Tal conduta não representa em nada a postura adotada por nossos professores", diz nota enviada pela FCMTE à redação. A entidade ainda se solidarizou com os familiares da vítima e se colocou a disposição da vítima e dos parentes. 

Em entrevista à TV Cidade Fortaleza, a mãe do adolescente, não identificada, revelou que o filho não foi morto por auxílio de duas pessoas que se aproximaram, tentando interceder pelo garoto. Um deles disse que era pai do torcedor e pediu que as agressões parassem. 

A prisão dos suspeitos aconteceu ainda no domingo (24), dia do jogo. Guardas municipais encontraram o grupo com objetos pessoais do jovem torcedor. 

Com informações de João de Albuquerque, da TV Cidade

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO