ESPORTES | BRASILEIRÃO SÉRIE A

Fabinho descarta processar torcedor do Santos por racismo

volante do Vovô sofreu com xingamentos racistas e xenofóbicos após ser substituído na partida contra o time paulista na última quinta-feira
Postado em 19/10/2019 | 20:46

Fabinho, volante do Ceará que sofreu atos de racismo por parte de um torcedor do Santos, na última partida clube pelo Campeonato Brasileiro, veio a público na tarde deste sábado, 19, e falou sobre o ocorrido.

“Não queria estar falando sobre este assunto aqui, mas vim porque se aconteceu comigo, atleta de futebol, que querendo ou não, tem uma influência, como ele não age com as pessoas no dia a dia dele? Meu posicionamento é mais para mudar, ao menos que em parte, o comportamento dele no geral. E que se ainda vier a pensar algo do tipo, não coloque para fora”, disse o volante

Na visão do jogador, o xingamento dele veio para atingi-lo. "Não me incomodo que me chamem de Negão, mas a maneira como ele falou, foi para destruir".

Além disso, o volante fez questão de deixar claro que não tem nenhuma mágoa, seja do Santos ou de sua torcida, por ter a ciência de se tratar de um ato feito por uma pessoa em específico, que não retrata a massa santista.

“Vale deixar claro que o presidente do Santos me ligou, prestou solidariedade e eu deixei bem claro que não quero prejudicar o clube ou a torcida do Santos. Provavelmente é alguém que nem costuma estar ali e, por isso, não representa a torcida”, disse. Para o atleta, o ato individual não pode prejudicar o todo, ou seja, a maioria dos torcedores do Santos.

Fabinho descartou processar o torcedor, dizendo satisfeito com a repercussão negativa do ato. "Se quisesse levar o caso adiante, teria no mesmo dia da partida ido na delegacia e registrado um boletim de ocorrência

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO