ESPORTES | FUTEBOL

Brasileiro narra experiência de desafiar normas da Rússia

Ativistas formaram a bandeira do movimento LGBT com as camisas de suas respectivas seleções
Postado em 10/07/2018 | 13:24

Seis nacionalidades unidas por um motivo maior que o título do mundial: a garantia dos direitos homoafetivos na Rússia, país que recebe a Copa 2018, onde a homossexualidade e qualquer referência a ela, são proibidas por lei. A campanha, que viralizou no fim de semana, consiste em seis torcedores que desfilaram pelas ruas de Moscou com as blusas de suas respectivas seleções, formando um lindo arco-íris, símbolo do movimento LGBT. Entre os participantes do projeto, está o publicitário brasileiro Elói Júnior.

O brasileiro, que reside em Amsterdã há um ano, conta que a publicação do vídeo só aconteceu quando todos já estavam fora do país, “para garantir a segurança”, explicou. Foram dois dias e meio de gravação. “Fomos para Moscou no dia vinte e oito de junho, que era uma quinta e voltamos no domingo. Sexta e sábado ficamos na rua o dia inteiro, para fazer fotos e vídeos. No domingo, ficamos somente pela manhã”, detalhou o publicitário.

As fotografias e o vídeo foram feitos em diversos espaços públicos da cidade. “Fomos aos monumentos turísticos de Moscou, em bares, fomos às estações de metrô que são super legais e às ruas. A gente se posicionava com as cores da camiseta para formar o arco-íris e fazia as imagens”, relembra.

A ideia era captar todas essas fotos e vídeos e sair do país para que a produtora e a agência pudessem lançar os materiais na Parada LGBT de Madrid. “Foi incrível. Superou qualquer expectativa. Fazer parte de uma mensagem pacífica e forte, receber agradecimento de várias pessoas pela coragem, incluindo gays russos, não tem preço”, comentou.

O projeto, denominado “The Hidden Flag” (A bandeira escondida), foi organizado pela Federacion Estatal LGBT, de Madrid, na Espanha. Todo o conceito criativo pertence à agência Lola MullenLowe, que recrutou os seis ativistas participantes, incluindo o brasileiro. “Tenho uma amiga que trabalha na agência e entrou em contato comigo”, explicou.

Além do Brasil, Espanha, Holanda, Argentina e Colômbia participaram do protesto. Na Rússia, as fotos foram compartilhadas no VK, principal rede social do país.

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO