ESPORTES | BASQUETE

Jogadores têm boa evolução na recuperação de lesões

Bruno Fiorotto e Paulinho Boracini, do Basquete Cearense, passaram por cirurgia e seguem em diferentes etapas de tratamento
Postado em 12/05/2018 | 08:19

No decorrer da temporada do NBB 10, o Basquete Cearense ficou sem dois jogadores importante para o time. Um deles, ainda na fase de classificação. O pivô Bruno Fiorotto, que vinha sendo um dos principais nomes na defesa ao lado de Leozão, se machucou na partida contra a Liga Sorocabana no dia 23 de janeiro, no ginásio Paulo Sarasate, e após passar por exames foi constata a lesão de ligamento cruzado anterior. O atleta passou por cirurgia em fevereiro.

O Fiorotto teve uma lesão de ligamento cruzado anterior, foi feito um processo cirúrgico e a indicação para atletas é o tratamento de 8 a 9 meses no basquete, para ter um retorno seguro. Os três primeiros meses de tratamento, consideramos uma fase crucial onde esse atleta tem que ter fisioterapia diária, principalmente ganhar mobilidade e amplitude no joelho, reestabelecer a força e a amplitude de movimento total. Esse tempo inicial chamamos de maturação do enxerto. É preciso ter bastante cuidado porque a cirurgia não está consolidada ainda”, explicou o fisioterapeuta do Basquete Cearense, Ótono Filho.

Já na fase de playoffs, no primeiro jogo das quartas de final contra o Paulistano, no ginásio Paulo Sarasate, o armador Paulinho, sexto homem do Carcará, um dos principais pontuadores e dono do lance com maior repercussão do NBB, lesionou o joelho direito. O atleta ainda acompanhou a equipe nos últimos jogos, do banco de reservas, e fez a cirurgia no final de abril.

Paulinho teve a mesma lesão de Fiorotto e fez a reconstrução do ligamento cruzado anterior. De acordo com Ótono, ele está bem, até acima dos padrões preconizados. “Ele é um atleta que temos que ter um certo cuidado porque como ele tem uma força de vontade incrível, é preciso dar uma segurada para que ele faça tudo de forma adequada, sem nada excessivo. A recuperação está excelente”, destaca o fisioterapeuta.

Enquanto Fiorotto está iniciando o fortalecimento, Paulinho está na fase inicial, após 15 dias de cirurgia, a fisioterapia é feita de forma integral. São duas sessões ao dia, diferente da fisioterapia convencional, ela é focada em acelerar o processo de recuperação, usando mecanismos e técnicas para isso.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO