Tico Santa Cruz faz análise sobre "Lepo Lepo"

O post já soma mais de 52 mil compartilhamentos no Facebook

Postado 05/03/2014 | 20:10
Em sua página no Facebook, Tico Santa Cruz postou uma análise da música hit do carnaval 2014, o “Lepo Lepo” da banda Psirico. O post soma mais de 52 mil curtidas na rede social e já recebeu mais de 19 mil comentários. A música é chamada pelo vocalista da banda Detonautas de “a mais revolucionária de todos os carnavais”.

No post, ele apresenta trechos do hit e os compara à realidade brasileira. Para o refrão “chiclete”, que grudou na cabeça de milhares de pessoas neste feriado, Tico interpreta: “de tanto tomar Lepo Lepo do Governo, só restou Lepo Lepar a parceira para manter o relacionamento”.

Confira o post na íntegra:

CARAL&ˆ%$#@@!!!!!!!!!!
Preciso pedir mil perdões ao Psirico.
Não havia ouvido a música mais comentada das redes sociais nestes dias. O principal assunto do Twitter e do FB.
Esqueçam o julgamento do Mensalão e outras bobagens.
Lepo Lepo é a música mais revolucionária de todos os carnavais.
Vocês que estão criticando é que não entenderam NADA.
Siga o raciocínio comigo.
A Letra diz:
“Eu já não sei o que fazer – Duro, pé rapado com o salário atrasado. “
( ANÁLISE: Realidade social de milhares de brasileiros – fora os desempregados )
“Já não tenho mais para onde correr – Já fui despejado e o banco levou o meu carro.”
( Análise: entrou em financiamentos acreditando que conseguiria melhorar a vida e infelizmente não conseguiu pagar suas contas – perdeu o pouco que tinha – Realidade social de milhares de brasileiros)
“Agora vou conversar com ela, será que ela vai me querer?
Agora vou se é verdade – Se é dinheiro ou e amor ou cumplicidade? “
( Análise: diante do panorama atual onde as pessoas não valem o que são, mas apenas o que tem. Saber se uma mulher está com você por dinheiro ou por amor é algo muito importante. Enquanto 99% da música brasileira está em seu momento de ostentação – essa música coloca em questão os valores da sociedade. O que vale mais o amor ou os bens materiais? )
“Não tenho carro, não tenho teto e se ficar comigo é porque gosta”
( Análise: Verdade total. Nos dias de hoje, quem ficaria com um sem teto? Apenas outro sem teto. Negligenciado pelo Governo. Não ter carro então… Vai usar ônibus, trem ou metrô – ou seja, apenas quem ama muito uma pessoa e capaz de encarar todos estes problemas sociais e manter o relacionamento – AMOR VERDADEIRO. )
“RÁ LEPO LEPO LEPO LEPO” É A ÚNICA COISA QUE O CIDADÃO TEM.
Ou seja… de tanto tomar Lepo Lepo do Governo, só restou Lepo Lepar a parceira para manter o relacionamento.
Confessem, nós fomos preconceituosos.
A música retrata a realidade do Povo.
Então isso explica também uma necessidade URGENTE do Controle de Natalidade e planejamento familiar no Brasil, porque a quem nao restou nada… só o Lepo Lepo pode trazer alguma alegria e lepo lepo sem prevenção – cria mais crianças e mais crianças sem os cuidados que merecem do Governo, podem se tornar cidadãos com muitas dificuldades sociais e o ciclo não termina nunca.

Essa e minha lepo lepo tese.

SAIBA MAIS
Márcio Victor, vocalista do Psirico afirma que o “Lepo Lepo” é resultado da inspiração na luta contra o capitalismo. Para o cantor, o título da música é uma forma de falar de amor. “Uma forma de gritar não ao capitalismo e sim ao amor”, disse em entrevista à Caras Digital.

Comentários