ENTRETENIMENTO | MÚSICA

Padre Marcelo Rossi reclama de preconceito na Igreja Católica

“O preconceito maior é de padres, da própria igreja”, declarou o líder religioso
Postado em 18/12/2012 | 19:31
Engana-se quem pensa que a criticidade de Padre Marcelo Rossi não engloba a própria religião da qual faz parte. “O preconceito maior é de padres, da própria igreja, de padres progressistas, da Teoria da Libertação. A linha mais conservadora me respeita. A linha mais progressista acha que sou de muito oba-oba. O Fábio Jr. vivia me questionando sobre ser padre, dizendo que o amor é a coisa mais linda do mundo. Brincando ou não, ele me respeita. Isto é o mínimo que as pessoas devem fazer. Sofri muito entre 1999 e 2000. Fui eleito o ‘mala do ano’. Era verdade. Fui recordista em tempo de exposição na TV. Aprendi com aquilo que teria de dosar mais minhas aparições. Superexposição é negativa. O próprio Jesus se recolhia por um tempo. Mas, eu queria atender a todo mundo. Hoje, por exemplo, não tenho contrato com a Globo. Rezo a missa todo domingo porque sou padre, voluntariamente. Se tivesse contrato, não poderia ir a outras emissoras. Iria contra meu sacerdócio”, declarou em entrevista à revista Caras. 

 

Padre Marcelo ainda relembra a polêmica envolvendo uma gravação com o cantor Belo. “Me criticaram porque cantei com o Belo na gravação de Ágape Amor Divino. Foi uma das melhores coisas que fiz, mostrei o que é ser padre. É preciso dar uma segunda chance. Fiz o casamento dele também para mostrar que as portas se reabriram. A vida dele mudou e ajudá-lo é uma alegria. Para 2013, além do status de catedral para o templo, vou lançar em abril o livro Kaerós, que vai refletir mais profundamente o Ágape e será mais fácil de ler. E continuar meu ministério até o dia que Deus me permitir, seja no santuário ou fora dele”, concluiu.

Assista ao vídeo:

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
(85) 3198.8888
COMERCIAL@CNEWS.COM.BR
DESENVOLVIMENTO