ENTRETENIMENTO | CELEBRIDADES

Homem invade hospital para fazer selfie com Arlindo Cruz

O autor da fotografia responderá por injúria e poderá ficar preso por até um ano
Postado em 12/10/2017 | 14:00

A imagem de câmera de segurança foi cortada para preservar o cantor. 

Sem autorização, um homem invadiu o quarto de um hospital para fotografar com o cantor Arlindo Cruz, internado desde o primeiro semestre, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O homem, segundo o colunista Léo Dias, é um massoterapeuta contratado pela família há dois meses. 

Arlindinho, filho do cantor, comentou a publicação da imagem sem autorização, nas redes sociais. "Fiquei muito triste e não quis preocupar a minha mãe, mas acabou viralizando e ela recebeu. No dia seguinte registramos queixa. Pode ter sido alguém que foi visitar outra pessoa”, disse. 

“Ficamos preocupados, da mesma forma que alguém entrou lá e tirou uma foto poderia ter envenenado meu pai. O hospital vai redobrar os cuidados e depois que o culpado for achado, vai pagar. Espero que seja uma pena bem dura, isso foi uma covardia”, completou. Sobre o estado de saúde, o artista comentou que a evolução acontece lentamente. "Interage, olha, reconhece, dá um sorriso, às vezes chora emocionado. Ver meu pai no hospital me destrói, mas sei que ele vai sair dessa”, contou.

Em nota, o hospital comunicou o que foi feito após o ocorrido: “A Casa de Saúde São José informa que segue uma política rigorosa para garantir a privacidade de todos os pacientes. O hospital lamenta o ocorrido e informa que está colaborando com as investigações das autoridades competentes e que também está apurando o caso internamente". 

O autor da fotografia responderá por injúria. O homem, identificado como Ivan Carlos Gaspar, pode ser condenado a até 12 meses de prisão. “O motorista entrou no hospital junto com ele e viu quando ele estava com o celular na mão. Ele chegou a questionar o Ivan, que alegou não ter enviado as imagens. Mas quando ele foi indagado pela família do Arlindo se teria feito fotos, ele negou”, disse a delegada. “Ele disse que tinha tirado a selfie para enviar para mãe, mas que, por engano, enviou para um vizinho. Depois ele falou que apagou as fotos e que teria pedido para a mãe apagar também, ou seja, as informações não bateram”, completou. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO