09/07/2020 12:55
SINAPRO (Sindicato de Agências de Propaganda do Estado do Ceará) tem novo presidente

 

Foto: Paulo Henrique Donato - Presidente do SINAPRO- CE

Empossado presidente do SINAPRO (Sindicato de Agências de Propaganda do Estado do Ceará) no dia 01/07/2020, o diretor da PHD Propaganda, Paulo Henrique Donato tem como principal combustível para viver esse novo ciclo o desejo de ultrapassar barreiras e fazer com que o SINAPRO se torne uma referência não apenas para as agências cearenses, como também o mercado.

Publicitário há 27 anos, Paulo Henrique tem como traço forte em sua personalidade a ânsia pelo novo. Sua história é carregada de descobertas e superação, e isso se deve a sua impossibilidade de conseguir se acomodar. "Eu não consigo ficar parado, tenho a necessidade de buscar soluções, de querer movimentar o mercado". 

Donato agora tem pela frente mais este desafio, em um cenário econômico difícil, porém há uma certeza que não o deixa temer, muito menos recuar: "Eu desejo unir as agências do Ceará, acredito que juntos podemos alcançar patamares que muitos pensam ser impossíveis. Vamos nos reinventar e mostrar a qualidade da publicidade cearense".

03/07/2020 12:09
Setor de seguros se mantém resiliente na crise buscando a inovação

Foto: Ronaldo Dalcin - Sindsegnne

A história recente da humanidade não tem registro de uma situação como esta pela qual estamos passando com a pandemia do coronavírus, que tem se mostrado um enorme desafio para todas as formas de organização política, social e econômica. No entanto, acredito que qualquer crise também pode ser um momento de buscar oportunidades. Na área de seguros, novos produtos devem surgir a partir de novas necessidades.

Dados atuais mostram que as seguradoras e os parceiros corretores têm demonstrado resiliência mesmo em um período de dificuldades. O faturamento do mercado de seguros brasileiro totalizou R$ 81 bilhões no primeiro quadrimestre deste ano, revelando alta de 4,9% em comparação ao mesmo período do ano passado, fato que reitera a solidez do nosso segmento, mas que também precisou se reinventar do dia para a noite, assim como a grande maioria da população mundial.

Adentramos no regime de home office sem impactos na nossa eficiência operacional, de forma rápida e certeira. Implementamos diversas ações específicas a esse momento de pandemia, em total apoio aos corretores e segurados, visando a continuidade dos seus negócios. Uma clara demonstração do quanto somos resilientes e adaptáveis. Tenho a certeza de que podemos suportar essa crise e mais: já estamos plenamente inseridos no contexto de transformação digital que é um dos desafios propostos por esse “novo normal”.

Claro que ainda estamos ajustando alguns pontos e um deles se refere ao fato de que precisamos revisar e reescrever nossos planejamentos. Mas, no cômputo geral, essa ressignificação nas nossas atuações foi exitosa. Passamos a entender e navegar melhor no ambiente virtual, através das diversas ferramentas que já estavam à disposição e que, por vezes, não as usávamos com tanta frequência. O fator presencial foi substituído pelo virtual, demonstrando que a tecnologia pode ser uma aliada importante na continuidade dos nossos projetos, porém sem deixar de lado a essencialidade das relações humanas.

Outra análise que posso trazer é que nosso segmento já estava passando por diversas mudanças há alguns anos, quer seja por conta de novas gerações estarem adentrando no mercado de consumo com comportamentos e necessidades diferentes, mas também pela busca de customização e personalização dos nossos serviços e produtos. A pandemia só acelerou esses processos, expondo a necessidade de sermos mais criativos e inovadores.

Quem se propor a revisitar seu mindset, estudar o comportamento do consumidor, buscar a capacitação, entender os movimentos de mercado e quebrar diversos paradigmas estabelecidos anteriormente, sairá na frente. É preciso ter capacidade rápida de adaptação nessa transformação. Precisamos protagonizar a evolução, auxiliando nosso mercado a se manter resiliente.

Não conheço outro caminho que não passe por muito trabalho e união de todos os agentes: seguradores, corretores, assessorias e prestadores. Achatar a curva do vírus é uma responsabilidade nossa, tendo todos os cuidados recomendados pelos órgãos de saúde. Não achatar a curva do nosso negócio também é nossa responsabilidade e dependerá muito da nossa atuação, do nosso protagonismo e engajamento de todos nessa causa.

Ronaldo Dalcin

Presidente do Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne)

02/07/2020 01:00
Colosso vai inaugurar o maior drive-in multicultural do Brasil
Em Fortaleza, o drive-in Colosso Open Vibes vai ter cinema, stand-up comedy, eventos de bem-estar e gastronomia sem precisar sair do carro
Imagem meramente ilustrativa. 

Referência nacional no segmento beach club, o Colosso Fortaleza anuncia um novo megaprojeto na capital cearense, em parceria com a agência Dot. Promo: o Colosso Open Vibes. Trata-se de um dos maiores serviços de drive-in do Brasil, com eventos multiculturais e programação diária. A estreia está prevista para o dia 17 de julho.

O Colosso Open Vibes vai ter cinema drive-in com filmes para o público adulto e infantil, apresentações de música ao vivo, shows de stand-up comedy, área adaptada para eventos de saúde e bem-estar, ações gastronômicas e muito mais. Todo o projeto foi desenvolvido com especialistas para que a operação seja feita de forma segura, respeitando as orientações de saúde necessárias no momento atual. Serão gerados mais de 100 empregos diretos temporários, impactando adicionalmente mais de 300 pessoas de forma indireta. 

"Este foi um espaço pensado em um momento em que as pessoas estão precisando descontrair, desopilar e ter momentos diferentes de entretenimento com a família. O Colosso vem planejando tudo com muito carinho e muita responsabilidade, e vai imprimir todo o padrão de qualidade e diversão que já é marca da casa", destaca Eduardo Castelão, CEO do Colosso Fortaleza.

Estrutura
O Colosso Open Vibes ficará em uma área com mais de 10 mil m², com capacidade para 160 carros, com distanciamento de 1,5 metros entre um veículo e outro. Algumas vagas contarão com um lounge particular como opção para o público que prefira curtir a programação fora do carro, respeitando a demarcação do espaço e distanciamento necessário. A recomendação é que todos os passageiros do veículo sejam da mesma casa. Os ingressos serão por carro e poderão ser adquiridos por meio do site do evento, que será divulgado em breve. Os ingressos custarão a partir de R$ 60 (por carro).

Um dos pilares do Colosso Open Vibes é a promoção da saúde e o bem-estar. Para isso, o Colosso vai preparar semanalmente uma área adaptada para treinos de funcional, yoga, fit dance, calistenia, bike e a realização de picnic, que respeite o distanciamento obrigatório e todas as normas de higienização. O Colosso Open Vibes também será pet-friendly, para que os bichinhos possam participar desse momento de descontração.

O uso dos banheiros será regulamentado por meio de um aplicativo em que você solicita o uso e o app avisa a hora de você se deslocar até o equipamento, sem gerar filas e depois de ser feita a higienização do local. Haverá ainda totens de álcool em gel próximos para higienização das mãos.

Programação  
O cinema drive-in do Colosso terá programação diária para o público adulto e sessões especiais com filmes infantis. A tela tem mais de 150 m² e fica localizada em um ponto alto para melhor visualização por todo o público. O áudio do filme poderá ser acessado por meio de uma frequência no rádio do carro. Algumas sessões especiais vão contar com apresentação musical ao vivo após o filme e pizza de cortesia, para que o público possa estender o momento de lazer.

O Colosso vai contar ainda com várias opções de food, com combos promocionais disponíveis de pizza, hambúrguer, cachorro-quente, pipoca e muito mais. Toda a programação será divulgada nas redes sociais do Colosso Open Vibes e do Colosso Fortaleza.

Responsabilidade
Outra medida do Colosso Open Vibes é a disponibilização de desconto nos ingressos para profissionais da saúde, que tanto estão lutando na linha de frente de combate à covid-19 nesse momento tão delicado.

O Colosso Open Vibes também vai priorizar artistas locais, convidando humoristas e cantores cearenses para animar o público nas apresentações. “Este é um momento também de valorizar a cultura do Ceará. Temos muitos talentos do humor e da música no nosso estado para serem porta-vozes da diversão“, destaca Eduardo Castelão, CEO do Colosso.

Com informações da Assessoria de Imprensa 

26/06/2020 06:09
Fajece promove live sobre empreendedorismo feminino e associativismo

Foto:Divulgação

O empreendedorismo feminino é um assunto que vem ganhando destaque, principalmente por promover debate sobre a posição da mulher no mundo empresarial, além de gerar transformação na sociedade e na economia de todo o País. Aliado ao associativismo, que visa defender interesses em comum, aprimorar conhecimento de gestão e relacionamentos, esse movimento consegue ganhar mais força. Com a finalidade de contribuir para o debate e para essa mudança de cenário, a Federação das Associações dos Jovens Empresários do Ceará (Fajece) realiza, nesta segunda-feira (29), live sobre “O associativismo como valorização do empreendedorismo feminino” em seu perfil do Instagram (@fajeceoficial).

A discussão terá como debatedoras Marcela Abreu, coordenadora de Comunicação da Fajece, e Maria Brasil, presidente da Associação dos Jovens Empresários da Bahia.

Em papel de destaque em suas áreas de atuação, as participantes conversarão ainda sobre as vantagens do associativismo, principalmente para as mulheres.

Serviço:

Live: Associativismo como valorização do empreendedorismo feminino

Data: Segunda-feira, 29 de junho

Local: Instagram da Fajece (@fajeceoficial)

Horário: 17 horas


 

26/06/2020 05:42
Inflexão das expectativas e retomada econômica

O ano de 2020 será de profunda recessão. Conforme as previsões mais recentes do Fundo Monetário Internacional (FMI), o PIB mundial encolherá 4,9% em decorrência da extraordinária redução da atividade econômica provocada pela pandemia da Covid-19. Na Zona do Euro e nos Estados Unidos o tombo será maior, 10,9% e 8,0%, respectivamente. No Brasil o declínio do PIB será de 9,1%.

A boa notícia, de acordo com o FMI, é que a recessão será em “V”, ou seja, após queda vertiginosa a recuperação da atividade econômica será acelerada. Em 2021 a economia mundial crescerá 5,4% enquanto a economia brasileira se expandirá 3,6%.

A saída rápida da recessão pode ser explicada em larga medida pela adoção, quase que sincronizada, de políticas monetárias e fiscais expansionistas pela maioria dos países. As políticas anticíclicas, todavia, podem produzir alguns efeitos colaterais, notadamente no equilíbrio das contas públicas. A princípio, não há ameaça de inflação dado o tamanho da recessão.

Cenário local

No que concerne ao ritmo da atividade econômica, no Brasil e no Ceará, cabe registrar que enquanto o crescimento brasileiro em 2019 foi de 1,1%, no Ceará a expansão econômica foi de 4,27%. Mantido o padrão dos anos recentes de comportamento da economia cearense, qual seja, quando o Brasil cresce, o Ceará cresce acima da média nacional, e quando o Brasil desacelera, o Ceará desacelera mais do que o país, o ano de 2021 será um ano de rápida e elevada expansão da atividade econômica no Estado.

No Ceará, o ambiente econômico para empreender tem melhorado progressivamente nos últimos anos. As contas públicas equilibradas conferem ao estado maior capacidade de investimento. O investimento público, por sua vez, tem efeito multiplicador sobre o investimento privado. Os investimentos estruturantes e a atração de capital produtivo estrangeiro aliados aos avanços educacionais, fomentando o capital humano, contribuem para uma maior e melhor dinâmica econômica. Cabe também registrar os avanços tecnológicos e a modernização da Junta Comercial do Estado do Ceará que tem permitido a formalização de novas empresas em tempo recorde.

Empreendedorismo de oportunidade

Apesar de representar apenas 2,1% do PIB brasileiro, o Ceará é a terceira maior economia do Nordeste. Entre 2015 e 2019 as exportações cearenses saltaram de 0,55% para 1,01% das exportações brasileiras, com os produtos metalúrgicos respondendo por 53,36% da pauta exportadora.

A expectativa é que no período pós-Covid, que se aproxima, ocorra, no Brasil e no Ceará, uma expansão do empreendedorismo de necessidade e do empreendedorismo de oportunidade. O primeiro como consequência do aumento do desemprego e o segundo pelos novos desafios e oportunidades da economia híbrida, com crescente virtualização, que emergirá dessa crise pois “o futuro não será mais como era antigamente”.

Embora governos federal, estaduais e municipais, empresas e famílias, saiam da crise mais endividadas do que quando entraram, algumas variáveis econômicas jogarão a favor. As medidas de política monetária apontam para um volume de crédito maior e menos caro, taxa básica de juros e inflação que podem ficar abaixo de 2% até o final de 2020 e uma capacidade ociosa instalada que ajudará a retomada da economia.

Ricardo Eleutério Rocha  - Economista, professor dos Cursos de Administração, Economia e Jornalismo da Universidade de Fortaleza e conselheiro do Conselho Regional de Economia do Ceará

24/06/2020 04:40
COOCIRURGE beneficia cooperados com exames gratuitos para Covid-19

Os profissionais da saúde, devido ao importante trabalho que realizam, estão entre os mais suscetíveis ao novo coronavírus. Sensível a isso, a Cooperativa dos Cirurgiões Gerais do Ceará (COOCIRURGE) vem promovendo ação destinada aos médicos cooperados, em que realiza exames de COVID-19, gratuitamente, na sede da entidade. Além de garantir o acesso dos médicos ao teste, de maneira rápida e segura, a cooperativa consegue mapear, a partir dos que foram testados, quais profissionais têm condições de manter o atendimento à população, quais devem ficar afastados temporariamente e, ainda, quais estão imunes e podem exercer seu trabalho sem riscos, promovendo, assim, a saúde e o bem-estar dos associados.

O diretor presidente da COOCIRURGE, Carlos Eduardo Queiroz explica que o cooperado que produziu no ano de 2020 tem direito ao teste. “Após ser contatado, basta confirmar seu interesse através dos canais da cooperativa e dirigir-se à sede no dia agendado. A última bateria de testes será realizada agora, nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho”, explica ele.

Os procedimentos conduzidos por uma enfermeira, na sede da COOCIRURGE (na Avenida Desembargador Moreira, 760, 8º andar, Meireles) são de dois tipos: IgM e IgG. No primeiro, o do tipo IgM, o objetivo é identificar se o paciente está infectado ou contaminado neste momento, ou se o corpo ainda está lutando contra a infecção. Já o segundo, do tipo IgG, detecta se o indivíduo já teve a infecção nas últimas semanas e, caso sim, se possivelmente está imunizado contra o vírus. Vale lembrar que foram adquiridos todos os EPIs necessários para a realização das coletas.

Com informações da Assessoria de Imprensa 

24/06/2020 11:02
Le biscuit investe R$ 25 milhões em comércio online para todo o Brasil durante a pandemia
Rede varejista possui 140 lojas no país, sendo 93 no Nordeste. Entrega com prazo entre três e sete dias será diferencial da marca na região

Foto: Divulgação

A Le biscuit, uma das maiores redes varejistas do país, com forte presença no Nordeste, está investindo R$ 25 milhões em uma transformação digital que ampliará sua atuação para todo o Brasil. A rede – que conta 140 lojas de departamentos em 14 estados, sendo 93 delas no Nordeste – lança sua plataforma de e-commerce nacional e vai aumentar em cerca de 50% o sortimento de itens oferecidos ao consumidor.

A iniciativa integra o processo de transformação digital pelo qual a empresa está passando e representa a primeira de uma série de ações programadas para os próximos anos, entre elas o lançamento, no segundo semestre, de uma inédita loja conceito interativa em Salvador. Segundo David Lee, CEO da Le biscuit, a companhia decidiu acelerar os planos de transformação digital e início da operação em todo o país, que estavam previstos para os próximos três anos.

“Optamos por antecipar os investimentos de forma que possamos continuar atendendo nossos mais de 15 milhões de clientes com qualidade e agilidade nesse momento em que o isolamento social se impõe, além de atrair novos públicos nas cidades onde ainda não tínhamos nenhuma operação. Temos um mix de produtos exclusivos. Esse é um dos diferenciais que, sem dúvidas, fará com que conquistemos novos públicos e regiões. Sairemos mais fortes desse momento tão difícil pelo qual o mundo está passando”, afirma Lee.

A abertura da plataforma e-commerce permitirá uma maior comodidade, agilidade e segurança aos consumidores no processo de compra dos produtos da rede de departamentos, que conta com itens e artigos de decoração, brinquedos, materiais escolares, papelaria e armarinho, festa, utilidades para o lar, entre outros. O valor investido foi utilizado para construir a infraestrutura online e física que permitirá a Le biscuit efetuar vendas e entregas para todas as regiões do país.

Entregas ágeis e seguras 

Parte dos investimentos foi aplicada na ampliação e automação do Centro de Distribuição da rede, em Camaçari (BA). O espaço, que tinha 18 mil metros quadrados, passou a ter 30 mil metros quadrados. Com isso, a Le biscuit conseguirá garantir que as entregas em Salvador sejam feitas em até 24 horas e em entre três e sete dias para outras cidades do Nordeste. “Garantir uma entrega ágil é nosso objetivo para o Nordeste, pois como os centros de distribuição das outras grandes varejistas ficam no Sudeste, levam bastante tempo para chegar aqui. Agora isso vai mudar”, garante o CEO da Le biscuit.

A plataforma será segura, rápida e intuitiva para que mesmo os clientes que tenham pouca familiaridade com o universo digital, possam fazer as suas compras com tranquilidade.

No segundo semestre, será inaugurada uma inédita loja conceito em Salvador, que oferecerá ao público uma experiência única e interativa no processo de compra. “O local e os detalhes de como será esse novo modelo de loja serão divulgados em breve, mas podemos antecipar que o modelo é inspirado em grandes varejistas norte-americanos, que já faz muito sucesso nos EUA”, adianta Lee.

Sobre a Le biscuit

A Le biscuit foi fundada em Feira de Santana (BA) em 1968 por Aristóteles Santanna como armarinho. O negócio familiar cresceu e a segunda loja foi inaugurada em Salvador em 1992, ainda no modelo de pequeno atacadista, voltada principalmente a comerciantes. De lá para cá, a empresa expandiu sua operação para 14 estados brasileiros nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste e se tornou uma das principais redes varejistas do país, com 140 lojas. Com uma gestão moderna e altamente profissionalizada, a Le biscuit se tornou objeto de desejo de fundos de investimentos nacionais e internacionais. Entre seus sócios estão a família de Aristóteles Santana, fundador da rede, e os fundos de private equity Vinci Partners e Siguler Guff. Com 2.400 colaboradores, a Le biscuit fatura em média R$ 1,2 bilhão por ano.

19/06/2020 05:37
Programa Diversidade em Conselho abre inscrições para a 5ª turma

Iniciativa promovida por B3, IBGC, IFC, Spencer Stuart e WCD tem como objetivo ampliar diversidade em conselhos de administração

São Paulo, 16 de junho de 2020 - Estão abertas as inscrições para a 5ª turma do Programa Diversidade em Conselho, voltado para mulheres que desejam atuar em conselhos de administração, conselhos fiscais e comitês de organizações públicas, privadas ou do terceiro setor. A partir desta quinta turma, a consultoria Spencer Stuart passa a fazer parte do grupo das entidades organizadoras do Programa junto com B3, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), International Finance Corporation (IFC) e WomenCorporateDirectors (WCD) .

O Programa Diversidade em Conselho visa contribuir para que mulheres preparadas para atuar em conselhos tenham maior visibilidade no mercado por meio de troca de experiências, aprendizado e fortalecimento do seu network, com apoio de profissionais reconhecidos no mercado e experientes na atuação em conselhos que atuam como mentores ou mentoras.

No total, 100 mulheres já passaram pela mentoria desde 2015. O Programa é destinado a profissionais que tenham ocupado ou estejam ocupando posição de liderança como executivas C-level ou empresárias, com experiências profissionais e competências comportamentais relevantes, além de disponibilidade para atuação imediata em conselhos .

"Trata-se de uma oportunidade valiosa para mulheres que queiram ingressar em conselhos de forma estruturada e robusta, apoiadas por facilitadores sêniores, comprometidos e voltados à mesma causa: a diversidade gerando valor para o negócio", afirma a nova coordenadora do Diversidade em Conselho, Adriana Muratore, que participou como mentorada da terceira turma. "O lançamento da quinta turma demonstra a relevância do Programa junto ao mercado e a importância que o tema da diversidade tem ganhado nas organizações", completa.

As mulheres participantes da iniciativa serão selecionadas por um comitê formado por membros das entidades organizadoras e por membros voluntários. Durante 12 meses, as mentoradas se reunirão periodicamente com seus respectivos mentores, tendo como base uma metodologia desenvolvida pela coach e consultora Vicky Bloch, além de participar de encontros individuais, eventos e debates sobre temas relevantes como responsabilidade dos administradores, mercado de capitais e gestão de riscos. Devido ao isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as atividades previstas para este ano serão realizadas de forma virtual.

A edição de 2019 da pesquisa Board Index Brasil, realizada pela Spencer Stuart, mostra que houve pequeno avanço no número de mulheres em posições de conselhos em 2018 na comparação com o ano anterior. Porém, os índices ainda são baixos: as conselheiras ocupavam apenas 10,5% dessas posições, em comparação a 9,4% em 2017. Em 2018, o Global Director Survey Report, pesquisa global do Global Network of Director Institutes (GNDI), mostrava que, para 72% dos participantes brasileiros, a diversidade de gênero foi pouco ou nada importante no recrutamento de candidatos ao conselho de administração naquela época, contra 49% da amostra global.

As inscrições para processo seletivo da 5ª turma do Programa estarão abertas entre os dias 15 e 29 de junho de 2020. A turma será composta por cerca de 35 mentoradas. A seleção também levará em consideração a diversidade de perfis das candidatas para garantir um grupo de mulheres com variadas experiências, setores de atuação, formação, origem regional, entre outros aspectos .

Para mais informações, acesse o link http://www.ibgc.org.br/advocacy/diversidade

Sobre a B3

A B3 S.A. (B3SA3) é uma das principais empresas de infraestrutura de mercado financeiro do mundo e uma das maiores em valor de mercado, entre as líderes globais do setor de bolsas. Conecta, desenvolve e viabiliza o mercado financeiro e de capitais e, junto com os clientes e a sociedade, potencializa o crescimento do Brasil. Atua nos ambientes de bolsa e de balcão, além de oferecer produtos e serviços para a cadeia de financiamento. Com sede em São Paulo e escritórios em Londres e Xangai, desempenha funções importantes no mercado pela promoção de melhores práticas em governança corporativa, gestão de riscos e sustentabilidade.

Sobre o IBGC

Fundado em 27 de novembro de 1995, o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), organização da sociedade civil, é referência nacional e uma das principais no mundo em governança corporativa. Seu objetivo é gerar e disseminar conhecimento a respeito das melhores práticas em governança corporativa e influenciar os mais diversos agentes em sua adoção, contribuindo para o desempenho sustentável das organizações e, consequentemente, para uma sociedade melhor. Para mais informações, consulte http://www.ibgc.org.br .

Sobre a IFC

A IFC - uma organização irmã do Banco Mundial e membro do Grupo Banco Mundial - é a maior instituição de desenvolvimento do mundo voltada para o setor privado nos mercados emergentes. Trabalhamos em mais de 100 países em todo o mundo, usando nosso capital, conhecimentos técnicos e influência para criar mercados e gerar oportunidades nos países em desenvolvimento. No exercício financeiro de 2019, investimos mais de US? 19 bilhões em empresas privadas e instituições financeiras em países em desenvolvimento, alavancando o poder do setor privado para erradicar a pobreza extrema e aumentar a prosperidade compartilhada. Para mais informações, visite http://www.ifc.org 

Sobre a Spencer Stuart 

A Spencer Stuart é uma empresa privada global de busca de executivos em níveis seniores, incluindo C-Level, recrutamento de Conselheiros de Administração, planejamento de sucessão, avaliação de executivos, consultoria em liderança, além de outros serviços ligados à cultura e eficácia organizacional. Fundada há 60 anos, está presente no Brasil há 40 anos, possuindo alcance global através de uma rede de mais de 400 consultores, em mais de 30 países, em 60 escritórios. Somos reconhecidos por oferecer impacto real para nossos clientes - das maiores empresas do mundo a startups e organizações sem fins lucrativos, apoiando nas decisões mais importantes sobre liderança, que terão um impacto duradouro nas empresas. Para mais informações, visite http://www.spencerstuart.com 

Sobre a WomenCorporateDirectors (WCD) Foundation 

A WCD é a primeira entidade global comprometida em fomentar a participação de mulheres em conselhos de administração. Fundada nos Estados Unidos em 2009 e hoje presente em mais de 40 países, a fundação sem fins lucrativos tem em sua base mais de 8.500 empresas públicas e privadas e oferece suporte para mais de 2.600 associadas em todo o mundo. 

 

Por meio de eventos, networking e ferramentas de educação e disseminação das melhores práticas de governança corporativa, a WCD inspira e forma conselheiras, aumentando a oferta de candidatas a conselho altamente qualificadas e elevando o padrão dos boards globalmente.

No Brasil, a WCD está presente há 10 anos com capítulos em São Paulo, liderado pelas co-chairs Marienne Coutinho, sócia da KPMG no Brasil, e Leila Loria, conselheira de administração, e no Rio de Janeiro, com as co-chairs Carla Bellangero, sócia da KPMG no Brasil, e Inês Souza, conselheira de administração. Os dois capítulos reúnem uma base de mais de 200 conselheiras e executivas c-level de todos os estados do país.

http://www.womencorporatedirectors.org .

19/06/2020 04:27
Abrasel lança Selo Estabelecimento Responsável para retomada do setor

Foto: divulgação


A partir de segunda-feira (22), quando deve-se iniciar a Fase 2 da retomada das atividades econômicas em Fortaleza, os restaurantes poderão funcionar seguindo o protocolo do Governo do Estado, que deve ser divulgado nos próximos dias. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel), que faz parte do Comitê Estratégico de Retomada, tem contribuído com sugestões, para que esta fase ocorra com a maior segurança possível aos clientes e colaboradores do setor.

“Recomendamos a todos os empresários que cumpram fortemente todo o protocolo elaborado com muita responsabilidade pelo Governo do Estado em parceria com a Abrasel. Essa fase deve ser encarada com seriedade e cautela, para darmos assistência aos trabalhadores que estão voltando às suas atividades”, diz Taiene Righetto, diretor executivo da entidade.

Para isso, lançou o Selo Estabelecimento Responsável, que será utilizado pelos associados que estarão cumprindo medidas rígidas, seguindo recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Organização Mundial da Saúde (OMS) e as medidas já em vigor do decreto de isolamento social no Ceará.

Entre as medidas que devem ser seguidas pelos restaurantes, estão:

- Restaurantes podem funcionar para atendimento presencial em hora´rio de almoc¸o, das 11h às 16h, operando com 50% da capacidade de atendimento.

- Eventos, celebrações e música ao vivo são proibidas nesta etapa, uma vez que o objetivo desta reabertura é, principalmente, atender os trabalhadores que precisam de um local seguro para o almoço.  

- Talheres devem estar em quantidade para uso individual e devidamente lacrados

- Restaurantes são orientados a aferir a temperatura dos clientes que va~o adentrar o estabelecimento com termo^metro digital a` dista^ncia segura, impedido a entrada daqueles que estiverem identificados com quadro febril (acima de 37,5ºC).

- Mesas devera~o obrigatoriamente manter uma dista^ncia entre si de 2 metros.

- Será admitido apenas dois ocupantes por mesa. Se forem na mesma fami´lia, mais de 2 ocupantes esta~o permitidos.

- Garc¸ons e atendentes devem utilizar máscaras de protec¸a~o, viseiras de protec¸a~o “Face Shields”.

- Nos sistemas de “Self-Service” e “Buffets”, além de ter as mãos higienizadas, o cliente deve receber luvas pla´sticas para manuseio dos utensi´lios, sendo descartadas ao final do trajeto.

       de   113    

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO