05/09/2012 09:41
Quebrada de Humahuaca
Viagem alia isolamento social e uma dose de adrenalina nas veias

A vida em Quebrada de Humahuaca é bem peculiar: residências construídas dentro da terra como forma de proteção ao forte sol e do árido chão, diálogos pequenos e objetivos de seus moradores e olhares penetrantes de uma população distinta. O local encontra-se no cruzamento do noroeste argentino, na direção do deserto do Atacama com a fronteira boliviana.

O destino turístico é ideal para quem deseja uma mistura de isolamento social e aventura com adrenalina, visto que montanhas multicoloridas e estradas entre povoados sediam corajosos praticantes de esportes radicais. Desde 2003, é considerado Patrimônio Histórico Cultural e Natural da Unesco e Itinerário Cultural de 10.000 anos.

Pessoas de vários lugares do mundo vão à Quebrada de Humahuaca ao encontro de um corredor com atrativos culturais, naturais e arqueológicos – que historicamente era uma região onde a disputa era intensa pelos omaguacas, incas, aimarás e espanhóis. As montanhas de lá são pintadas por salares, minerais, ruínas arqueológicas, desenhos incas e cactos que ultrapassam mil metros acima do nível marítimo.

Não viaje querendo encontrar a Argentina típica das agências de viagem brasileiras: o contexto, costume e a paisagem são muito diferentes, o que justifica a fase ainda em desenvolvimento do turismo. Se você já praticou esportes radicais em Mendoza, colocou os pés na gelada Patagônia e subiu o Aconcágua, prepare-se para momentos únicos em um destino que demorou milênios para ser elaborado. A viagem custa, em média, R$ 3.239,00.

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO