05/07/2020 08:30
PLANO SAFRA 2020/ 2021 ENTROU EM VIGOR NO DIA 01 DE JULHO

Teve início no dia 01 de julho o plano Safra 2020/ 2021, permitindo então que nossos produtores rurais possam ter acesso às linhas de financiamentos nos bancos que possuem crédito rural, bem como nas cooperativas de crédito. São mais de R$ 236 bilhões de liberados pelo governo federal, que apoiarão a nossa produção agropecuária. Um aumento de 6,1% com relação ao Plano Safra anterior.

O reforço, bem como a velocidade no lançamento do Plano Safra, se deu em função da alta expectativa do mercado. Seus valores serão assim divididos:

- R$ 179,38 bilhões serão destinados para linhas de custeio, comercialização e industrialização;

- R$ 56, 92 bilhões para investimentos

- R$ 1,3 bilhão para o seguro rural;

- R$ 5,7 bilhões para as lavouras de café.

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que tem como foco os pequenos produtores rurais, contaria com 33 bilhões, que serão disponibilizados com juros de 2,75% a 4% a.a., voltados para custeio e comercialização. Já o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), disponibilizará R$ 33,1 bilhões, com taxas de juros de 5% a.a. também voltados para custeio e comercialização.

Os grandes produtores contarão com taxas de 6% a.a. para custeio e de 7% a.a. para comercialização.

O Plano Safra 2020/2021 também contemplou o setor de pesca comercial, pois assim facilitará o acesso ao crédito para investirem em equipamentos e infraestrutura de processamento, transporte e armazenagem do pescado.        

Importante salientar que é necessário um bom planejamento e uma boa gestão, para o uso eficiente de todos esses recursos.

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO