10/11/2019 12:42
IMPORTANTES OFENSORES QUE AFETAM A BOA GESTÃO AGRÍCOLA DOS PRODUTORES RURAIS

Não é novidade para ninguém, que o consumo de alimentos vem crescendo, e na mesma onda, crescem as exigências por qualidade e produtividade. O produtor rural cada vez mais precisa se preocupar com seu planejamento tanto de plantio, quanto empresarial, pois os obstáculos que enfrenta nem sempre são passíveis de controle pela ação humana.

Informação e conhecimento são armas importantes para que os produtores consigam se preparar para enfrentar esses obstáculos. Vamos abordar agora cinco pontos que caracterizamos como principais ofensores para a gestão das atividades rurais, e assim tentar ajudar ao produtor a se preparar contra possíveis danos:

1 – Intemperes Climáticas

Ponto primário que sempre existiu e que sempre fará parte dos itens de preocupação do produtor rural. A falta de conhecimento prévio das condições climáticas para o plantio acarretará em prejuízo. Mas sabemos que hoje podemos contar com várias tecnologias que tiram o produtor da posição de refém das adversidades climáticas.

2 – Controle de Pragas

Controle da segurança biológica é sem dúvida uma preocupação latente, salientamos que as importações e as exportações são pontos que pressionam mais ainda a necessidade desse controle. Desta forma, os produtores precisam ficar atentos quanto à legislação e ao gerenciamento e controle de pragas em suas plantações. Não podemos esquecer que a busca dos consumidores por uma alimentação mais saudável, exige bem mais cautela no uso dos defensivos agrícolas, obrigando cada vez mais a busca por alternativas orgânicas.

3 – Administração da mão-de-obra

Encontrar mão-de-obra qualificada tem sido uma tarefa cada vez mais difícil para os produtores. Ainda é muito forte a evasão de pessoas do campo para a cidade, a procura de melhores condições de saúde e educação, o que torna mais complicado o desenvolvimento de uma mão-de-obra qualificada para o campo. Trabalhos com operações de máquinas (exigem formação técnica especializada) e outras funções técnicas de campo acabam se tornando entraves por falta de pessoal para tocar. Cada vez mais os produtores vêm enfrentando dificuldades em encontrar profissionais capacitados e disponíveis.

4 – Demanda

A procura por alimentos sofre poucos efeitos perante a crises econômicas, o que configura serem os alimentos bens “inelásticos”. Logo os produtores vivem em uma busca constante por aumento de produtividade para que consigam dar conta da procura.

5 – Concorrência

Os questionamentos constantes que o produtor deve fazer são:

- “Será que o meu produto realmente é o melhor, ou um dos melhores do mercado?”.

- “Qual ou quais devem ser meus diferenciais perante o mercado?”

- “Conseguirei fazer frente à concorrência que me assola?”

Tais questionamento devem ser levados em consideração, para se montar um bom planejamento, e para que o produtor se motive a buscar melhoramentos em sua produção. Só desta forma conseguirá manter sua sobrevivência no mercado.

 

 

 

 

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO